Quando iniciamos a Impulso há pouco mais de 1 ano tínhamos um objetivo muito claro: impulsionar profissionais e organizações a gerarem mais valor juntos. Fundamentalmente, conectar e alinhar os seus propósitos, viabilizando mais autonomia, dinamismo e flexibilidade para ambos.

Esse objetivo está ainda mais forte hoje, principalmente em função dos feedbacks que recebemos todos os dias sobre o tamanho do impacto positivo que estamos causando na vida das pessoas e resultados nas organizações.

E queremos fazer muito mais!

Como surgimos a partir da HE:labs, que já tinha mais de 7 anos no mercado de tecnologia e entregue mais de 500 projetos com sucesso, sempre rodando processos lean, naturalmente sabíamos que a melhor forma de aumentar nossas chances de sucesso seria lançar rápido, aprender rápido e melhorar rápido.

Por isso optamos pelo Slack como nossa plataforma de comunicação padrão.

Já sabíamos que, com suas limitações, ele não nos atenderia para sempre, mas definitivamente começar com ele nos permitiria começar rápido, com uma ferramenta robusta, fácil de usar e já validada pelo mercado.

O Slack já era considerado na época, e continua sendo, a melhor ferramenta de comunicação atualmente. Nada mais natural do que utilizá-lo.

Mas o dia de dizer adeus chegou.

No momento em que escrevo, já somos mais de 6 mil Impulsers, formando a comunidade de tecnologia que mais cresce no Brasil. São pessoas de mais de 470 diferentes cidades, trocando mais de 440 mil mensagens, em mais de 100 canais de discussão. São cerca de R$ 25 mil reais em benefícios no Clube de Vantagens, envolvendo mais de 40 parceiros de todo o Brasil.

E esses números crescem absurdamente dia a dia!

O Slack possui a limitação de que apenas 10 mil mensagens são gravadas no histórico dos canais. Com o nosso tamanho de hoje, significa que muitas delas duram apenas 2 ou 3 dias até serem apagadas, o que prejudica bastante o fluxo de uma discussão. Como estamos todos distribuídos remotamente, muitas vezes em fuso-horários diferentes, algumas conversas são realizadas assincronamente, durante vários dias.

Manter o histórico é fundamental para isso fluir bem e permitir a busca de informações úteis postadas pela comunidade.

Mas por que não fazer o upgrade do Slack para a versão paga, que retira essa limitação?

A versão Standard do Slack custa $ 6,67, o que significa no câmbio de hoje aproximadamente mais de R$ 148 mil por mês. Esse é um valor economicamente inviável para o nosso negócio, ainda mais considerando a nossa taxa de crescimento e meta de termos todas as pessoas que trabalham com tecnologia do Brasil dentro da comunidade.

Outra limitação do Slack é o seu mecanismo de permissionamento e gestão de grupos. Mesmo nas versões pagas, ele não nos permite o nível de granularidade de configuração que precisamos uma vez que as pessoas e organizações possuem acessos diferentes aos diversos serviços do nosso ecossistema, como Impulso Team, Academy, Mentoring, etc.

Por fim, para oferecermos uma experiência única e integrada, precisaremos realizar customizações e novas implementações em cima da plataforma de comunicação que usarmos, e o Slack por ser um software como serviço e fechado, não nos permite isso.

Mas por que o Rocket Chat?

Foram alguns meses de estudos e discussões para decidirmos para qual ferramenta migrar.

Analisamos opções como o Discord, que dada sua popularidade crescente, seria natural. Porém, para que tenhamos a flexibilidade e segurança que precisamos, ser open source é fundamental para nós.

Gostamos muito de open source, apoiamos vários projetos e usamos, há anos, inúmeros projetos com nossos clientes. Foi aí que ficamos entre as que consideramos as duas opções mais maduras até o momento: Rocket Chat e Mattermost.

Ambas são muito boas e considero que estaríamos em boas mãos com ambas. Pessoalmente, tenho muita fé no potencial do Riot.im, mas julgamos não ser a melhor opção para nós nesse momento.

No final, optamos pelo Rocket Chat.

O fato deles serem um projeto open source brasileiro, com um time espalhado pelo mundo, fez muita diferença para nós. Tivemos a oportunidade de conversar e a similaridade de visão, objetivos, princípios e valores nos conectou bastante. No roadmap do Rocket Chat existem coisas muito, muito promissoras, que permitem que cheguemos juntos em um outro patamar de impacto positivo na vida das pessoas e organizações.

O Rocket Chat é perfeito? Longe disso. Principalmente para as pessoas que já estão acostumadas com outras ferramentas. Em relação ao Slack a interface é um pouco diferente, alguns recursos faltam e outros novos foram inseridos.

Foi a melhor escolha? Neste momento, com certeza!

No futuro algo pode mudar? Sem dúvida que sim, a única certeza que temos na vida é a de mudança!

Mas estamos muito felizes com a escolha que fizemos e o que ela nos permitirá fazer no curto, médio e longo prazo: conectar e impulsionar ainda mais pessoas e organizações a gerarem mais valor juntas!

Vamos em frente!

Show CommentsClose Comments

15 Comentários

  • Jean Brito
    Posted 11/01/2019 at 08:55 9Likes

    Eu sou amigo de um dos fundadores. Fico honrado em saber da escolha de vocês.

  • José Luiz
    Posted 11/01/2019 at 09:06 9Likes

    Não vou comentar sobre a ferramenta, com certeza o time da impulso fez o dever de casa em buscar soluções e “pesou” os prós e contras. Quero falar da mudança

    Mudar é algo que todos deveríamos fazer todos os dias. A mudança permite que possamos crescer, ela abre os horizontes, permite conhecer algo novo. Conheço pessoas que compra o mesmo clip na mesma papelaria a anos, mas também conheço pessoas que po algum motivo tiveram que mudar de papelaria e por isso hoje mudaram completamente de vida.

    Pense galera, Steve Job acordava e perguntava se o que ele deveria fazer hoje, é o que ele queria fazer se fosse o último dia da vida dele, e ele não falou de largar tudo e viajar, falou sobre a mudança.

    Enfim fica ai a dica para todos nós…

    Ahh ja ia esquecendo…. Open Source Rocks!

  • thiago_santana
    Posted 11/01/2019 at 09:10 9Likes

    Como será feita a migração?

    • Luiz Henrique
      Posted 11/01/2019 at 09:15 9Likes

      Olá, Thiago! No dia 15 todos os Impulsers irão receber o link para entrar no Rocketchat =)

      • Vanderson
        Posted 18/01/2019 at 14:33 9Likes

        Não recebi o acesso ao RocketChat, ja foi enviado!?

        • Luiz Henrique
          Posted 18/01/2019 at 15:24 9Likes

          Sim, Vanderson! Você está no Slack agora? Me procura por lá no @luiz que eu te ajudo =)

  • Roberto Rodrigues
    Posted 11/01/2019 at 09:10 9Likes

    Vamos experimentar. Vai ser legal conhecer mais uma ferramenta de comunicação.

  • Raquel Crispiniano
    Posted 11/01/2019 at 09:10 9Likes

    Mudanças, para melhor são sempre bem vindas, go Impulso!!! Já fiz meu cadastro. O texto foi bem esclarecedor.

  • Deyvison Rocha
    Posted 11/01/2019 at 09:25 9Likes

    Totalmente de acordo. Já tinha cantado a bola em algum canal, porque algumas mensagens já estavam sendo deletadas.

  • frankyston
    Posted 11/01/2019 at 09:51 9Likes

    Muito massa, já conhecia o Rocket.chat é uma ótima ferramenta. Acredito que a mudança não será difícil e parabéns pela iniciativa, de passo em passo vamos conseguindo impactar mais pessoas.

  • Thiago Colares
    Posted 11/01/2019 at 10:33 9Likes

    Massa! Gostei da decisão e da contextualização, bem a cara da Impulso 😉

  • João Pereira
    Posted 11/01/2019 at 11:06 9Likes

    “A versão Standard do Slack custa $ 6,67” por usuário ativo.
    Apenas para a informação ficar mais clara.
    🙂

  • André Ferreira
    Posted 11/01/2019 at 11:31 9Likes

    Parabéns pela decisão. Já utilizamos aqui e já contribuí com o projeto.

    O Rocket.chat é uma ótima ferramenta, muito bem documentada, com comunidade ativa e boa governança open-source.

  • Primata Digital
    Posted 28/01/2019 at 18:30 9Likes

    Ué, mas o Discord é open source ‘-‘

  • Ezequiel Bertti
    Posted 23/03/2020 at 10:42 9Likes

    Oi, apenas uma dúvida.

    Como ficou para vocês que todas as mensagens trocadas, até em canais PVT do Rocket Chat, serem visualizáveis por qualquer pessoa que tenha acesso a base de dados?

    Outra dúvida, quando usado a mensagem com chave entre as pontas, dessa mensagem ser perdida se o usuário troca de dispositivo?

Deixe seu comentário