Você está feliz na sua área de atuação ou na empresa em que está trabalhando? Claro que nem sempre, ou quase nunca, os dias são perfeitos. Mas, em algum momento, bate aquele estalo nos avisando que precisamos mudar, ou que, simplesmente, desejamos fazer algo diferente. É nesse momento que a falta de planejamento na carreira impacta brutalmente. 

Geralmente, não vemos esses planos como algo relevante. Então, olhamos sempre para um prazo mais curto ou, na pior das hipóteses, nem ficamos atentos. Só pensamos na nossa carreira quando somos demitidos ou quando já chegamos a um contexto que não é mais sustentável.

Assim, ignoramos a importância de pensar em uma trajetória para os próximos anos, vislumbrando onde queremos chegar. E os resultados? Maior sucesso, retorno financeiro, reconhecimento e, também, a possibilidade de realizar nossos sonhos profissionais. 

Por isso, é fundamental identificar como realizar este tipo de planejamento de forma consistente. Então, segue um guia completo. 

O que é o planejamento de carreira?

O planejamento de carreira diz respeito à uma série de planos, estratégias e definição de objetivos para você, profissional, identificar qual o seu ponto atual e quais os passos que são necessários para chegar no estágio desejado.

Afinal, independentemente da área específica, provavelmente, você deseja se destacar nela, não é mesmo?!  Reconhecimento por autoridade, tornar-se líder de uma equipe, ter sua própria empresa são apenas alguns exemplos. Essas mudanças precisam ser feitas de forma estratégica, para minimizar seus erros e chegar ao ponto que deseja com consistência.

Qual a importância de um bom planejamento de carreira na área de TI?

Pensar no planejamento da carreira é fundamental para todas as pessoas. Imagine, então, para quem está em uma área com constantes transformações, como a TI. Veja a seguir alguns dos motivos pelos quais você deve estar atento:

  • Viabiliza reposicionamentos de carreira;
  • Permite minimizar erros em sua trajetória;
  • Traz uma melhor visão do cenário atual;
  • Permite que você tenha planos extras caso algo não saia como planejado;
  • Otimiza muito o seu tempo;
  • Proporciona a saída do mundo das ideias para colocar a mão na massa em busca do que você quer;
  • Traz uma sensação de empoderamento sobre sua própria carreira, ou seja, você fica extasiado que alcançou o que gostaria por meios próprios;
  • Permite planejar o futuro da sua carreira, incluindo, até mesmo, planos para aposentadoria futura.

Quais os benefícios de um planejamento de carreira consistente?

Muitas pessoas evitam pensar sobre a sua carreira e como alcançar os seus sonhos profissionais, deixando “acontecer naturalmente”. Contudo, isso deixa algo importante à deriva: sua trajetória.

Por isso, é importante reconhecer quais são os benefícios de traçar um planejamento de carreira em TI consistente. Vou falar um pouco sobre alguns pontos:

Estar preparado para cenários adversos

Fato é: nem sempre tudo ocorre como gostaríamos. Por exemplo, um dos seus objetivos pode ser ter uma estabilidade em uma empresa específica e, por questões adversas, ela venha a fechar.

E aí, o que fazer? Com o planejamento, você tem uma noção de como seguir caminhos alternativos para este fim. Assim, não terá problemas para retomar a rota nesses momentos.

Por exemplo, caso você saia do emprego no qual está estável, pode-se definir como se dará o reposicionamento de carreira. Munido dessas questões, é possível identificar o que é necessário nesse momento.

Isto é, é possível analisar se determinada área específica dentro da TI anda passando por problemas e, talvez, seja melhor o reposicionamento de mercado. Com isso, você realizará toda a qualificação necessária para uma nova jornada.

Redução do seu medo de inovar

Quantas pessoas deixam de inovar em suas carreiras por medo de que a nova trajetória dê errado? Como, por exemplo, projetar-se como profissional atuando de forma autônoma por medo de falhar e perder a estabilidade?

Contudo, é um engano acreditar que inovação não venha alinhada com planejamento de carreira em TI. Você pode, por exemplo, traçar todas as diretrizes para a abertura de uma empresa inovadora.

Nesse processo, pode fazer as pesquisas necessárias, análise de mercado, qualificações, pensar no investimento, entre uma série de outras questões. Com isso, é possível garantir menores chances de problemas.

E, ainda assim, caso ocorra algum tipo de problema, você pode traçar todos os planos para contornar a situação. Isto é, caso tenha dificuldades em captar novos clientes, o planejamento permite identificar o que pode ser feito para esse processo, assim como formas de equilibrar as contas, entre outros.

Agiliza a realização dos seus sonhos

Quando você pensa que é possível alcançar um alto cargo de liderança na área de TI? Daqui a 10, 15 anos? Muitas pessoas acreditam que esse momento chegará apenas no estágio final da carreira. Contudo, não é bem assim.

É possível que a pessoa alcance esse objetivo mais cedo quando colocar isso em foco. Por exemplo, pode-se buscar inserção em projetos que projetam seu nome no mercado.

Com isso, você pode desfrutar ainda mais tempo com a realização do seu sonho ou, ainda, realizar novos planejamentos de carreira em TI.

Como criar um planejamento  excelente?

Pontos que você deve levar em consideração para construir uma trajetória de sucesso:

Definição de objetivos

Um dos primeiros pontos é entender e definir onde você quer chegar. Isso deve ser pensado a curto, médio e longo prazo. Quando estiver no final da sua carreira, o que deseja alcançar? E quais os pontos devem ser realizados no meio do caminho?

Com isso, você consegue entender que a carreira é uma trilha, com seus pontos intermediários, até alcançar um destino final. Vamos supor que deseje ser CEO de uma grande empresa inovadora de tecnologia e obter o reconhecimento na área por meio disso.

O que você precisa para chegar lá? Deseja que isso ocorra em um negócio já existente no mercado ou ter a sua própria empresa? Quais as qualificações necessárias para este fim? Quanto tempo isso demanda?

Todos esses pontos permitem entender o que é preciso até lá. Além disso, visualizar o ponto final é um importante elemento de motivação.

Afinal, há uma frase emblemática de Alice no País das Maravilhas, dita pelo gato Chesire, que pode deixar claro isso:

“se você não sabe para onde ir, qualquer caminho serve”.

Isso significa que, ao tomar qualquer caminho aberto, você pode ir para qualquer direção – inclusive, afastando-se dos seus sonhos.

Tenha clareza. Além disso, pense em objetivos plausíveis e capazes de serem realizados. Não tem problema algum, por exemplo, buscar ser CEO de uma empresa renomada no mercado. Contudo, para que isso seja plausível, a sua trajetória tem que estar condizente com isso.

Mas, vale sempre lembrar que todo planejamento não é algo escrito em pedra. Estamos sempre mudando e adaptando frente aos desafios e novos contextos. Permita-se, portanto, mudar sonhos antigos e encontrar novas oportunidades.

Processo de autoconhecimento

É importante entender quem você é, seus pontos fortes e fracos, e quais são as questões que podem impactar sua carreira. Afinal, o que pode auxiliá-lo a crescer? E o que precisa ser trabalhado para não o prejudicar?

Assim, é importante compreender alguns pontos sobre si, tais como:

  • Seus talentos;
  • Suas principais vocações;
  • Suas qualidades pessoais;
  • Seus defeitos;
  • Seus pontos de melhoria;
  • Questões relacionadas com habilidades profissionais.

Com isso, é possível analisar quais rumos de carreira são mais adequados e quais talvez não sejam os melhores para você. Com isso, as decisões tendem a melhores resultados.

Por exemplo, se você não é uma pessoa criativa, talvez Design Thinking ou UX Design não sejam áreas de atuação tão favoráveis no momento. Aí você pode decidir se:

  • Fará uma capacitação para aperfeiçoar essas questões e estimular esta habilidade que não é tão forte;
  • Escolher outras áreas dentro da TI que não envolvam essas questões no dia a dia.

No final, somos capazes de desenvolver toda e qualquer habilidade, mas, precisamos ter consciência sobre o grau de dificuldade e o tamanho do esforço que faremos. Se estamos determinados, conseguimos superar até mesmo as grandes adversidades que surgirem em nossa trajetória.

Treinamentos e capacitação

Em um mercado cada vez mais competitivo, a qualificação pode ser um dos grandes diferenciais para trazer melhores resultados para sua carreira. Afinal, quanto maior a qualificação, maiores as chances de participar de projetos complexos e que alavanquem seu nome no mercado.

Você pode focar em algumas certificações, mas, cuidado para não se tornar refém delas. Fazer uma certificação demanda muito tempo, dedicação e um investimento financeiro muitas vezes expressivo, então, avalie bem o mercado, a certificação e o próximo passo que você quer dar na sua carreira. 

As certificações são usadas para comprovar suas habilidades sobre um determinado tema, podendo ser um grande diferencial em processos seletivos de algumas empresas. Além disso, treinamentos e capacitações têm papel fundamental na área de tecnologia: atualizar os conhecimentos que você tinha sobre determinado tema. Afinal, os avanços nessa área ocorrem de forma acelerada e, portanto, é fundamental estar atento para novos padrões, linguagens, metodologias e afins.

Quando pensamos nas Certificações da Microsoft, por exemplo, elas alteraram-se ao longo dos últimos anos, priorizando aquelas que dialogam com a plataforma Azure. Isso ocorre porque o Cloud Computing tomou uma proporção gigantesca nos últimos anos e, assim, torna-se fundamental preparar os profissionais para este fim.

Desta forma, quando você realiza a certificação para este fim, está atualizando-se sobre essas novas práticas, podendo atuar nesse novo cenário. Com isso, novas oportunidades surgem e, assim, é possível encontrar novas potencialidades para sua carreira.

Isso traz um ponto que é importante a ser ressaltado: seu planejamento profissional em TI pode ser fluido. Assim, o que você traçou há 3 anos pode mudar completamente, de acordo com as mudanças do mercado.

Pense, por exemplo, em profissionais sêniores hoje, que trabalham com desenvolvimento de app mobile. Muitas vezes, eles vieram de outras áreas, tinham outros planos e objetivos, mas viram nessa área um grande potencial de atuação. Por isso, pode ser interessante revisitar o planejamento anterior e identificar o que ainda cabe e o que deve ser mudado.

Hard Skills, Soft Skills e Cross Skills

Esses três termos são centrais para a formação profissional de quem trabalha na área. Contudo, muitas pessoas ainda desconhecem o seu significado e o impacto para a qualificação. Por isso, vamos falar um pouco mais sobre cada uma delas a seguir e a importância de incluí-las em seu planejamento de carreira em TI.

Hard Skills

Trata-se das habilidades que estão mais intimamente ligadas com as questões práticas da TI (de forma direta ou indireta) e que podem ser aprendidas de forma facilitada, por meio de treinamentos, cursos e certificações. Para TI, podemos incluir no rol de principais hard skills:

  • Conhecimento de língua estrangeira;
  • Certificações nas áreas de atuação específicas;
  • Domínio de linguagem de programação;
  • Curso de graduação e pós-graduação (lato e stricto sensu) em tecnologia da informação;
  • Domínio prático de plataformas utilizadas no dia a dia em TI.

De modo geral, em outras palavras, são habilidades que, via de regra, aparecem com maior facilidade nos currículos, podendo ser comprovadas por certificações ou teste de habilidade prática. Assim, são as mais fáceis de serem analisadas.

Soft Skills

Em contrapartida, os soft skills dizem respeito às habilidades que estão relacionadas de forma indireta com as funcionalidades e habilidades realizadas no ambiente de TI. Contudo, são questões que não são apreendidas, facilmente, por meio de cursos, treinamentos, entre outros.

Isso significa que não é passível de ser apreendido? Não, muito pelo contrário! Contudo, isso ocorre por outras vias, como, por exemplo, por coaching, desenvolvimento pessoal, autopercepção, entre outros. Algumas das principais soft skills necessárias em TI são:

  • Comunicação interpessoal;
  • Capacidade de trabalho em equipe;
  • Proatividade;
  • Capacidade de 6;
  • Criatividade;
  • Habilidade para resolução de conflitos;
  • Capacidade analítica;
  • Capacidade de liderança;
  • Tomadas de decisões assertivas, entre outros.

Já essas habilidades não conseguem constar, diretamente, em um currículo. Assim, para que possa ser comprovado, é preciso que outros processos ocorram, como entrevistas, dinâmicas, entre outros. Você pode, ainda, contar com recomendações de colegas e clientes no LinkedIn e outros sites, por exemplo, para exemplificar essas questões.

Cross Skills

Outro ponto importante e pouco abordado ainda no Brasil trata-se de Cross Skills. Elas dizem respeito à combinação de habilidades presentes em diferentes áreas. Assim, está intimamente relacionado com amplitude de conhecimento.

Ou seja, diz respeito à capacidade de apreender questões diversas que estão envolvidas com suas funções no dia a dia, de forma horizontalizada. Quer ver um exemplo?

Quando pensamos no ambiente de DevOps, torna-se importante que tanto as pessoas desenvolvedoras quanto profissionais de Operações compreendam as dinâmicas e tarefas de cada área. Isso envolve, inclusive, compreender as atividades cotidianas uns dos outros.

O mesmo ocorre, por exemplo, para quem trabalha com UX Design. Quando se entra em projetos de Desenvolvimento de App Mobile, é importante compreender como os profissionais dessa área realizam suas atividades. Ao desenvolver habilidades nesse quesito, seus projetos estarão melhor alinhados com as demandas desse setor.

Adotar o cross-skilling para sua carreira permite benefícios tais como:

  • Melhor compreensão sobre as atividades de colegas de trabalho;
  • Melhor qualificação profissional;
  • Maior alinhamento com o atual cenário do mercado, entre outros.

Análise do cenário atual

Da mesma forma que diversas áreas estão mudando, a TI e seus modos de fazer também passam por transformações. Isso implica, também, em adequar o seu planejamento de carreira segundo essas transformações.

Será que seu foco não está em uma função que se torna obsoleta e, por isso, pode gerar menores chances de oportunidades? Ou, ainda, o modo com o qual você trabalha não está defasado?

Por exemplo, fazer uma virada de métodos tradicionais para as metodologias ágeis, TI Bimodal, transformação digital e todas as mudanças que se sucederam a partir disso, precisaram de adaptar-se para o novo cenário. E, muitas vezes, precisaram mudar completamente a direção da carreira.

Assim, você poderá avaliar, dentro das suas habilidades e interesses, quais setores dentro da TI oferecem melhores oportunidades. Com isso, a tendência de obter sucesso nesse momento é muito maior.

Conte com consultoria especializada

Hoje temos no mercado profissionais especializados, cujo objetivo é, justamente, auxiliar aqueles que estejam com dúvidas ou dificuldades para alavancar suas carreiras: são os coachings de carreira.

Para muitos, há uma profunda dificuldade em conseguir definir muitos dos pontos que listei antes aqui. Afinal, eles exigem uma boa dose de autoconhecimento e, para muitos, isso é um ponto muito difícil de obter.

Alguns dos pontos que esses profissionais auxiliam são:

  • Compreender quais são suas expectativas atuais e modulá-las para algo possível;
  • Encontrar quais são seus objetivos de curto, médio e longo prazo para sua carreira;
  • Identificação do cenário atual;
  • Encontrar suas habilidades e dificuldades como profissional e saber como amenizar problemas nessa questão, entre outros.

Estude idiomas estrangeiros

Um fato é: com a internacionalização das empresas e a tendência de busca de especialistas em determinadas áreas, bem como a potencialização do home office, abre-se um leque de possibilidades para que os profissionais de TI possam encontrar oportunidades em empresas estrangeiras.

Contudo, para isso, você deverá dominar línguas estrangeiras. O inglês é básico, até mesmo, para atuar na área. Contudo, a fluência deve ser explorada, para que você possa se comunicar bem com as equipes.

Por isso, busque melhorar sua capacidade de comunicação nessa língua. Outros locais pedem, também, que você tenha um conhecimento que permita a troca de ideias e experiências com nativos. Portanto, estudar idiomas de países que são fortes na área de TI é fundamental para expandir suas possibilidades de atuação. 

Marketing pessoal

Para quem deseja destacar-se, seja para contratação por empresas, seja para projetos nos quais seja contratado como autônomo, é importante contar com o marketing. Por meio dele, você projeta seu nome no mercado, fazendo com que as empresas busquem por você muitas vezes.

Muitas pessoas possuem dificuldades quanto a isso, por acharem que se trata de uma “venda pessoal”. Isso não deve ser encarado desta forma. Pense que você está divulgando sua carreira.

Algumas dicas importantes para este fim são:

  • Produza conteúdos para projetar-se como autoridade em sua área. E publique-os em locais nos quais os recrutadores podem encontrá-lo, como LinkedIn e sites especializados;
  • Crie um portfólio próprio. Ele pode ser publicado em sites especializados, como o Github ou outros (como Behance, para quem trabalha com criativos, por exemplo);
  • Converse com outros profissionais da área;
  • Participe de eventos;
  • Invista em networking, entre outros.

Busca de oportunidades de trabalho

Se você deseja impulsionar a sua carreira, é fundamental procurar os  lugares certos. Muitas vezes, grandes oportunidades podem aparecer e você perdê-las, pois não está no lugar adequado.

É super importante ficar de olho no que está acontecendo no mercado, conhecer pessoas, além de fazer parte de grupos e comunidades de Tecnologia. Este tipo de postura proativa eleva suas possibilidades no mercado, permitindo ser visto por eventuais parceiros de projeto e recrutadores durante as interações colaborativas.

Assim, é importante também estar sempre atento a lugares que sejam importantes hubs de oportunidades para tecnologia. O LinkedIn, por exemplo, continua sendo um dos favoritos dos recrutadores – contudo, não o único.

Potencializar sua carreira com essas dicas pode abrir muitas portas de oportunidades importantes no futuro. Esperamos que este conteúdo seja útil e traga sucesso para sua área profissional. Para mais conteúdos importantes para profissionais de TI, acompanhe nosso blog e não perca nenhum dos nossos artigos!