Em algum momento da vida, seja devido a questões que envolvam mudança de carreira ou não, grande parte das pessoas – umas mais novas, outras numa idade mais avançada – passam por um questionamento pessoal de “o que eu estou fazendo da vida?”.

Para mim, essa chacoalhada veio perto dos meus 40 anos. Naquela altura, eu ocupava um cargo de gestão em uma universidade. Isso me afastava das salas de aula, que era o que eu amava, e me aproximava de burocracias.

Com isso, demorei certo tempo até entender que o problema não era eu nem a minha dedicação (no caso, falta de), mas sim um modelo engessado, que limitava as minhas capacidades, e que fazia com que eu não me desenvolvesse. Enfim, não estava alinhado ao tal do propósito.

Fui mordida por esse bichinho 🦟 e decidi que queria mudanças o quanto antes. A decisão é algo libertador. Nesse processo de mudança de carreira, tive muitos medos, é claro! Afinal, quem não tem? Mas, eles nunca impediram a minha coragem.

Foram noites mal dormidas, pensando em muitos “ses”.

E se as empresas preferirem pessoas mais novas do que eu?

Mas e se eu não for aceita em um ambiente só de jovens?

E se, no final, der tudo errado?

O remédio para essas hipóteses foi o autoconhecimento

como lidar com a mudança de carreira

Eu sabia da minha personalidade — inquieta, produtiva, capaz… Eu sabia o que estava me fazendo buscar esse novo caminho e, o mais importante: sabia do meu potencial, enquanto profissional, e que visão e dedicação nunca me faltariam nessa mudança de carreira.

Estava segura! Havia guardado uma reserva financeira boa (esta parte também é muito importante), que me ajudaria a voltar a estudar e me atualizar. E, também, sabia que seria natural uma diminuição dos meus ganhos, uma vez que estaria iniciando em áreas nunca antes experienciadas.

O recado que quero deixar aqui pode até parecer clichê, mas é a mais pura verdade, e digo com propriedade: vai dar medo, mas vai com medo mesmo!

Entenda que erros fazem parte de uma jornada de aprendizado e que eles, em algum momento, se transformarão em acertos, te levando ao lugar certo. Por isso, desenvolva a habilidade de adaptação, e esteja aberto(a) para isso.

O processo não é fácil, mas vale a pena! Ninguém precisa passar a vida toda fazendo a mesma coisa, certo? Somos capazes de muito mais desde que queiramos — e com vontade. 🦋