Lançado em 2013, o livro Remote: office not required (no Brasil, traduzido para Remote: escritório para quê?) é uma das principais referências quando o assunto é desenvolvimento remoto. O best-seller explora amplamente o home office, em especial no ambiente da Tecnologia da Informação (TI), já que os autores são os fundadores do Basecamp (anteriormente 37signals), uma empresa de software da qual você já deve ter ouvido falar caso se interesse por gerenciamento de projetos. Na obra, Jason Fried e David Heinemeier Hansson firmam o trabalho de casa como uma tendência crescente e ainda explicam os desafios e os benefícios que podem ser esperados a partir desse modelo.

Do ponto de vista das empresas, restringir geograficamente as contratações significa abrir mão de atrair determinados talentos, segundo os autores. Já sob a ótica inversa, eles continuam, o desenvolvimento remoto permite que profissionais trabalhem para as melhores companhias, que mais se encaixam aos seus propósitos individuais.

Algo que concordamos e que está intimamente relacionado ao futuro do trabalho.

Mesmo após seis anos do lançamento, o livro continua na lista dos mais vendidos em três categorias da Amazon. O grande trunfo da publicação está relacionado ao aspecto prático, já que Remote: office not required traz exemplos reais de empresas que decidiram apostar nos espaços virtuais de trabalho, como o próprio Basecamp, mas também o Yahoo. Ao final, os autores explicam precisamente como criar e adaptar-se a uma configuração de desenvolvimento remoto.

Leia também: Trabalho remoto: como conciliar vida pessoal e profissional em casa

Livros relacionados ao desenvolvimento remoto

Ainda que Remote: office not required possa ser o livro mais famoso quando o assunto é desenvolvimento remoto, existem outras inúmeras publicações que abordam a mesma temática. Abaixo, fizemos uma curadoria com outros seis livros que valem a pena dar uma espiada. Veja:

The Ultimate Guide to Remote Work: How to Grow, Manage, and Work with Remote Teams

Este é outro livro baseado em experiências próprias, desta vez envolvendo não o Basecamp, mas a Zapier, que é focada na automação do trabalho. A empresa de software nasceu em 2011 e apostou de imediato no desenvolvimento remoto.

O guia, escrito por Wade Foster (CEO), Danny Schreiber, Alison Groves, Matthew Guay, Jeremy DuVall, Belle Cooper, Melanie Pinola e Bethany Hills (todos colaboradores da Zapier), começou como uma série de posts no blog da companhia. Por meio de atualizações constantes, o compilado dos artigos expõe os acertos e erros ao longo desses oito anos, período em que a Zapier passou de três para 200 pessoas trabalhando remotamente.

DolarDev: 21 days to achieve financial success as a remote developer

Bastante ambicioso, este livro de 2018 demonstra um caminho que o autor, o brasileiro Ruhan Bidart, diz ser comprovado para que as pessoas desenvolvedoras trabalhem menos, no conforto de casa, e ainda sejam bem remuneradas. Tudo isso em menos de um mês.

De acordo com a publicação, trabalhar para empresas locais significa ganhar nove vezes menos do que expandir o raio de atuação com o desenvolvimento remoto para o mercado global. Em companhias internacionais, que segundo o autor tem orçamento maior para recursos humanos, é possível faturar pelo menos US$ 100 mil ao ano.

Influencing Virtual Teams: 17 Tactics That Get Things Done with Your Remote Employees

Se você gerencia um time de desenvolvimento remoto, este livro é para você. A partir de ensinamentos relacionados à persuasão, o norte-americano Hassan Osman fornece um  passo a passo para aumentar o engajamento de profissionais que trabalham à distância.

Com a leitura da obra, que já esteve entre as mais vendidas na Amazon, é possível aprender como garantir que a sua equipe responda aos seus e-mails, aumentar o compromisso logo após uma reunião e ainda definir prazos para a entrega das tarefas.

Leia também: As mulheres podem adaptar-se melhor aos empregos do futuro?

desenvolvimento remoto

Remote Work: The First Step to Running Your Own Business

Este livro da QM Publishing relaciona trabalho remoto e empreendedorismo em torno da própria carreira. A obra não é específica em relação ao desenvolvimento remoto, mas traz informações importantes para quem está passando por um momento de transição.

A tese reforçada aqui é a de que a atuação remota é uma boa maneira de começar no mundo dos negócios, já que as habilidades necessárias nos dois contextos são semelhantes. A leitura fornece insights sobre o contexto atual do home office, indica onde procurar oportunidades para trabalhar à distância, instrui sobre como estruturar um currículo voltado a esse objetivo e ainda aborda técnicas de gerenciamento de tempo.

O teletrabalho no Brasil e seus desafios: O trabalho remoto no Brasil, os aspectos institucionais, a gestão, a cultura, as rotinas especiais e as interações com a CLT

De maio de 2019, este é o livro mais atualizado no país sobre a legislação que permite o trabalho remoto. O autor, Carlos Henrique Ribeiro Fernandes, tem por objetivo desmistificar o teletrabalho, que é como a atuação à distância está atualmente prevista na recém-reformada Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Ele ainda ensina como atuar, qual a postura do trabalhador, como medir o resultado, quais as práticas nocivas para a imagem do trabalhador e da empresa.

Remote Lifestylin’: You know you wanna work from home! A mini manual for Generation X to transition into the remote work world…

Escrita por Annie Ding, esta obra foi pensada para quem está de saco cheio de um emprego convencional, deseja trabalhar de casa e nasceu entre 1961 e 1981. A partir de uma abordagem motivacional, mas ao mesmo tempo prática, a autora prepara os leitores mais maduros para o trabalho remoto, que nem sempre conhecem essa possibilidade. O livro também fornece um contexto de como é esse estilo de vida atualmente.

Conclusão

O livro de Fried e Hansson está longe de ser o único sobre trabalho e desenvolvimento remoto. Mas, caso você se interesse pelo ponto de vista dos responsáveis pelo Basecamp, nós ainda indicamos outras duas publicações assinadas por eles: It Doesn’t Have to Be Crazy at Work e Rework. Mas não vai deixar de lado a lista que produzimos acima, hein?

Você já leu algum dos livros que mencionamos neste artigo? Tem uma dica de outra obra relacionada ao desenvolvimento remoto? Compartilhe conosco pelo espaço dos comentários e vamos continuar a discussão no chat da Impulso Network, onde você pode trocar ideia a respeito do home office e de tantas outras questões relacionadas.