A rotina de pessoas que trabalham com tecnologia, por vezes, é isolada, em especial aqueles que praticam o home office no dia a dia. As muitas horas passadas em frente ao computador quase sempre são solitárias. A falta de contato humano, que é essencial a todas as profissões, pode ser solucionada com o compromisso de criar e cumprir uma agenda recheada de eventos de TI.

Que tal vencer a timidez ou a falta de tempo e estabelecer esta meta para 2019?

Além de fortalecer a rede de contatos, a participação em eventos de TI permite o compartilhamento de experiências e o conhecimento de tecnologias e práticas adotadas por outras pessoas. Levando em consideração que o senso de comunidade é bastante forte entre pessoas desenvolvedoras, designers e gestoras de tecnologia, não é muito difícil encontrar meetups (online e presenciais), congressos e feiras bem perto de onde você mora.

Leia também: Como software developers devem preparar-se para o trabalho em home office

Algumas redes, inclusive, organizam os próprios encontros, além de divulgar tantos outros (é o caso da Impulso Network, que dispõe de um canal específico para compartilhamento desse tipo de atividade). Com uma agenda dos eventos de TI mais relevantes em mãos, prepare seu orçamento para conseguir custear os ingressos naqueles em que a entrada for paga e atente para não perder os prazos para realizar a inscrição nos gratuitos. Depois, leve em consideração as dicas abaixo para otimizar a participação em cada um deles:

7 dicas para extrair o melhor dos eventos de TI

1. Participe de palestras sobre assuntos que não domina

No momento da inscrição em eventos de TI, escolha na programação aquelas palestras que tenham relação com a sua trajetória profissional. Afinal, é aí que reside o trunfo da participação em meetups: a possibilidade de trocar conhecimento com pessoas que trabalham com o mesmo que você.

No entanto, também não se esqueça de reservar uma parcela da agenda para conhecer novas possibilidades de atuação, linguagens de desenvolvimento, técnicas e por aí vai.

É preciso estar aberto ou aberta e, ao mesmo tempo, desafiar-se.

2. Tire todas as dúvidas que tiver e surgirem

Não se intimide no momento de fazer perguntas em uma palestra, bate-papo ou workshop, mesmo que seja iniciante e seja um questionamento elementar. Palestrantes estão acostumados e até esperam esse tipo de interação ao final de suas falas. Só não seja o famoso “chato de palestra” que interrompe o interlocutor ou ainda domina o microfone por horas.

A sua dúvida pode ser a de outras pessoas. E o melhor: o seu questionamento pode render um debate interessante, que qualifica a discussão e ainda promove o crescimento de toda a comunidade. Lembre-se do potencial dos fóruns do GitHub, por exemplo, e pense que presencialmente a conversa pode ser ainda melhor.

Leia também: Como ser freelancer no desenvolvimento de software: um passo a passo

3. Circule em todos os espaços

Em eventos de TI presenciais, principalmente naqueles de grande porte, como a Campus Party, são muitos os espaços que podem ser percorridos por participantes, a ponto até de se perder. Geralmente, a inscrição se detém a algumas áreas, mas recomendamos que você faça um esforço para circular em todos os espaços possíveis. Para que possa ser visto e também ver outras pessoas a fim de aumentar o networking.

4. Troque contatos

A boa e velha troca de cartões de visita ainda funciona, quer você acredite ou não. Principalmente para profissionais independentes, que atuam sob demanda de projeto em projeto (dentro daquilo que acreditamos ser o futuro do trabalho). Portanto, se esforce para conhecer pessoas em eventos de TI, além de reencontrar com quem você já cruzou em edições anteriores. Tudo isso gera visibilidade para você e a sua própria marca.

eventos de ti

5. Compartilhe o seu conhecimento

A melhor forma de aprender é ensinando. E isso também pode acontecer em eventos de TI. Já pensou em compartilhar a sua experiência no palco? Aqui na Impulso Network, nós acreditamos que todas as pessoas têm algo a ensinar, tanto que incentivamos a participação em um canal no Rocket Chat específico para dúvidas. Quando sentir segurança para isso, converse com a organização para planejar a participação em uma próxima edição, mas não sem antes construir uma imagem consolidada da sua carreira.

6. Escreva artigos técnicos

Depois dos eventos de TI, você já pensou em materializar a sua experiência na forma de um artigo técnico a ser publicado na internet? É uma forma de fixar todo o conteúdo que você absorveu com aquela experiência. E também de continuar compartilhando conhecimento e, claro, construir ou consolidar a própria reputação.

Leia também: Saiba como conquistar vagas de trabalho no mercado de desenvolvimento de software

7. Organize eventos de TI alguma vez na vida

Algumas pessoas se queixam de existir poucos eventos de TI nas cidades onde moram. Em vez de viajar toda vez que quiser participar de algum, por que você não se junta a outros(as) profissionais e organiza um meetup? Foi o que fez o Alexandre Malavasi, e ele conta a experiência neste artigo.

O coordenador de desenvolvimento de sistema criou o Caqui Coders, um grupo de desenvolvedores e desenvolvedoras que se reúne com frequência na região de Mogi das Cruzes, no interior de São Paulo. Além de driblarem o isolamento e trocarem ideias com frequência, ao organizar o próprio evento, puderam conhecer ainda mais pessoas com propósitos semelhantes.

Você costuma participar de eventos de TI? Como procura e de que forma participa? Compartilhe a sua vivência conosco no espaço abaixo. Se estiver em busca de oportunidades, não deixe de fazer parte da rede da Impulso Network, onde são anunciadas vagas de trabalho remoto periodicamente.