O ano de 2020 foi atípico para quase todo mundo. E o setor de tecnologia da informação não ficou ileso. Devido ao novo cenário imposto pela pandemia, muitas tendências para a área de TI foram revistas e solidificadas.

Assim, abriu-se perspectivas de novas demandas de oportunidades em 2021. Consequentemente, isso gera desafios ainda maiores para os profissionais da área.

Sem dúvidas, quem deseja avançar em seus projetos mantendo o alto nível de qualidade de sua equipe deve acompanhar de perto essas tendências. Assim, será possível definir melhor suas estratégias a médio e longo prazo.

Acompanhe, nos próximos tópicos, algumas das principais novidades para a área de TI apontadas pela Gartner para 2021, uma das maiores autoridades no setor e um dos sites que você deve estar sempre atento. Boa leitura!

1. Internet de comportamentos

O termo Internet de Comportamentos (IoB na sigla em inglês) surgiu nas análises e previsões da própria Gartner para 2020. O que era uma tendência ainda nos primeiros passos, está mostrando que tem poder de ficar.

Em 2021, seja por meio de apps ou outros tipos de tecnologia, as empresas poderão monitorar situações comportamentais. Para isso, pode-se utilizar, por exemplo, big data e rastreamento de localização. Assim, é possível gerenciar de forma efetiva todos os processos.

Dessa forma, dados sobre como as pessoas interagem com as tecnologias poderão ser usados para moldar ainda mais os seus comportamentos. De acordo com a Gartner, até o ano de 2025, mais da metade das pessoas no mundo terá relação com, pelo menos, um programa de IoB.

2. Hiperautomação

De fato, a hiperautomação não é algo novo. Aliás, chegou a figurar como uma das principais tendências para a área de TI de 2020. O que acontece agora é a intensificação em sua adoção e evolução.

Com isso, em 2021, podemos esperar que a hiperautomação esteja mais presente nas empresas. Isso ocorre, especialmente, devido à combinação de tecnologias, como Machine Learning e Inteligência Artificial.

Sendo assim, a expectativa é de melhorias na qualidade, aumento de produtividade e maneiras de processar informações com maior otimização. Interessante, não é mesmo?

3. Nuvem distribuída

A computação em nuvem distribuída diz respeito à dinâmica da distribuição de serviços de nuvem pública voltados para locais além dos data centers físicos, mas que poderão ser controlados pelo provedor.

Sendo assim, ao garantir a manutenção de processos em ambientes locais de computação em nuvem alguns benefícios poderão ser obtidos. Alguns deles são a redução de problemas de latência e maior facilidade para implementação de leis relacionadas à privacidade.

4. Adoção do trabalho remoto

Para a consultoria Gartner essa é uma tendência-chave. Especialmente considerando seu rápido crescimento no ano passado e as expectativas de expansão para 2021.

Startups e empresas ligadas à tecnologia da informação já começam a fornecer plataformas de home office. Elas permitem:

  • criar e compartilhar conteúdo;
  • treinar funcionários;
  • rastrear projetos;
  • interagir;
  • formar equipes e muito mais!

Contudo, as tendências para a área de TI em 2021 envolvendo esse campo não se resumem à execução de uma atividade específica. Elas abrangem quase que todos os processos e operações essenciais para o funcionamento de um empreendimento, negócio ou realização de projetos.

Para a Gartner, os pilares fundamentais das tendências de TI para 2021 envolvem, principalmente, o dinamismo, foco nas pessoas e independência de localização. Portanto, é essencial estar atento às inovações e atualizações previstas para não perder espaço. 

💡 Gostou de saber mais sobre as tendências de TI para 2021? Que tal conhecer melhor uma delas?
Então, aproveite e confira esse artigo sobre como fazer a transição para o trabalho remoto sem complicações!

Show CommentsClose Comments

1 Comment

  • Felipe A. de Almeida
    Posted 08/04/2021 at 07:20 6Likes

    Excelente, Fábio!!

Deixe seu comentário